Domingo, 4 de Dezembro de 2016

Carisma

Com frequência ouvimos dizer de alguém, que tem carisma ou é uma pessoa carismática.

Mas o que é isso de carisma?

Todos os dicionários nos dirão que o carisma é uma habilidade ou qualidade inata, que nasce com alguém, cuja forma de ser e de agir revela uma capacidade "natural" para encantar, persuadir, fascinar ou seduzir os outros.

Se é uma qualidade inata, não se adquire ou se compra. E, provavelmente, dificilmente se pode aprender.

Ou se é ou não se é carismático.

Há quem procure trabalhar a imagem, o tom de voz ou até o sorriso, mas nem mesmo assim consegue convencer ou seduzir, porque lhe falta esse lado genuíno que gera empatia imediata.

Podemos estudar psicologia ou até mesmo estratégia mas, para se ser alguém carismático, é preciso ter nascido com essas qualidades que transformam alguém num ser exemplar, um modelo de referência.

Mas não será isso fanatismo?

Esse é um risco a evitar. Seguir ou reconhecer alguém carismático pode levar ao fanatismo e ao populismo, quando os

seguidores se transformam em fãs e o discernimento inicial, passa a ser alienação, cegueira total e incapacidade para se distanciar e contestar.

Estamos em tempo de Natal e, apesar de à nossa volta, o mundo se encher de brilho, luzes, apelos ao consumo e campanhas publicitárias, para quem acredita, este é o tempo de reconhecimento de alguém carismático, Jesus.

O meu reino não é deste mundo! Jesus nasceu no meio dos pobres mas, desde logo, atraiu a atenção de pastores e de reis, seduzidos pela simplicidade de um ser que as escrituras anunciavam como o "salvador", o "emanuel".

Um líder carismático não se impõe à força, mas é reconhecido pela força das suas ações ou a justeza das suas palavras.

Na linguagem religiosa, os carismas são dons, qualidades excecionais que cada pessoa detém e que a fazem ser alguém único, com uma determinada capacidade para transformar o mundo.

Os carismas não são o resultado de diplomas ou credenciais. São dons que se manifestam em pessoas humildes, simples, que exatamente por esse motivo, seduzem e cativam. Alguns só são reconhecidos depois de morrerem, porque em vida não se impuseram ou venderam as suas capacidades. Aliás, Jesus Cristo terá sido um deles. Muitos foram atraídos pela sua mensagem, mas também muitos o abandonaram no momento da verdade, quando foi condenado como um criminoso, apesar de ninguém ter sido capaz de o acusar.

Reconhecer o carisma de alguém, essa capacidade inata de agir ou fazer, pode bem contribuir para enriquecer a vida em comunidade, na família, na escola ou na política.

Todos somos importantes, se cada um der o melhor de si, de acordo com o seu carisma, essa capacidade inata que cresce com a vida, se aprofunda com o estudo e se manifesta com a maturidade.

Afinal nascemos todos iguais, mas somos todos diferentes. E o carisma não é um bónus, mas uma marca dessa diferença.

Reconhecer os dons que se tem é ter consciência de si mesmo. Não há dons melhores ou piores. Todos somos importantes, quando temos consciência do que somos capazes.

Infelizmente, há quem ocupe lugares não tendo o perfil para as tarefas exigidas e outros, que sendo capazes, escondem-se na sombra e enterram os seus talentos.

Carisma é um talento, que atrai os outros e pode transformar o mundo.

Jesus nasceu como um ser carismático. Na simplicidade de uma gruta de pastores, atraiu a atenção do mundo, incomodou o rei Herodes, que receando perder o lugar, mandou matar todas as crianças, não fosse estar entre elas um rei com mais poder do que ele.

A história de Cristo é a de alguém que atraiu multidões, pela palavra e pelo exemplo; a sua vida cativou milhares e ainda hoje, milhões de pessoas continuam a ser seduzidas pela sua mensagem e pela simplicidade do seu nascimento.

Não é pela força e muito mesmo à força, que se afirmam os carismas ou se é carismático.

O carisma não se compra nem se oferece, mas descobre-se, porque está presente em cada pessoa, de uma forma ou de outra, na capacidade de alegrar ou de falar, de corrigir ou de trabalhar, na simplicidade ou na tranquilidade... todos temos um dom... talvez a maior prenda que a vida nos deu.

E, sorte nossa, esse dom essa prenda, não está nas lojas ou centros comerciais, está dentro de nós mesmos... à espera de ser descoberto.

(texto lido na rubrica "Sentir a ilha" do programa "Entre palavras" de Graça Moniz na Rádio Atlantida - 4 Dez. 16)

tags:
publicado por sentirailha às 16:23
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Novembro de 2016

Termos de Pesquisa (v...

porque ocorre a desumanizacao A desumanização resulta das relações humanas que atomizam o outro e não o consideram co...

Ler artigo
publicado por sentirailha às 22:46
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Novembro de 2016

Um inimigo do povo

Foi com este título, "Um inimigo do povo" que subiu à cena, no Teatro Micaelense, uma peça da autoria de Henrik Ibsen, c...

Ler artigo
publicado por sentirailha às 22:43
link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Novembro de 2016

Marcas do Tempo

Quando me olho ao espelho, vejo rugas que me lembram que envelheci, olho os sinais que vão pintalgando a minha pele e re...

Ler artigo
tags: ,
publicado por sentirailha às 14:53
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Novembro de 2016

Morte disfarçada

A noite que passou foi tomada de assalto por bruxas, esqueletos ambulantes e outros fantasmas. Ninguém sabe bem como nem...

Ler artigo
publicado por sentirailha às 18:53
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Outubro de 2016

Paz interior

A Paz é um valor absoluto, expressão máxima da felicidade, do entendimento entre os seres humanos ou povos. Pela Paz já ...

Ler artigo
tags:
publicado por sentirailha às 19:47
link do post | comentar | favorito
Domingo, 2 de Outubro de 2016

Ter ou Ser

“Professora, a sra. tem de escrever sobre esta dualidade entre o ser e o ter. Há por aí muita gente que só se preocupa e...

Ler artigo
tags: , ,
publicado por sentirailha às 21:47
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Carisma

. Termos de Pesquisa (visua...

. Um inimigo do povo

. Marcas do Tempo

. Morte disfarçada

. Paz interior

. Ter ou Ser

. Voluntariado organizado

. Paralímpicos

. Regressar

.arquivos

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Açorianidade

.Visitantes

blogs SAPO

.subscrever feeds