Segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2012

Olhar azul

Se pudéssemos fotografar a vida de uma pessoa, talvez a imagem fosse semelhante ao traço de luz de uma foto noturna tirada quando dezenas de veículos circulam a grande velocidade. Entre os muitos traços de luz, cada vida é apenas um, mais ou menos intenso, que a certa altura se apaga, enquanto outros avançam.

É efémera a luz de uma vida, mas quem dela beneficia sabe o quanto significa em termos de força, presença, orientação.

Quando esse traço de luz se apaga, fica um sabor amargo de ter de continuar a viagem sem poder partilhar essa força anímica, mas com a plena certeza de a trazer gravada no coração, na mente, em memórias que não se apagam, num sorriso que não se esquece e num olhar tranquilo, um olhar azul.

 

Nos teus olhos, aprendi o que era amar,

E a ter força para caminhar.

No teu olhar, descobri a firmeza e a doçura,

De que precisava para viver e lidar com a dificuldade em avançar.

Há poucos olhos como os teus,

Onde a força se mistura com a ternura,

Onde a certeza se transforma em apoio,

E a repreensão é sempre ajuda.

Há poucos olhares como os teus,

Onde não há violência, mas chamadas de atenção,

Onde não há agressão, mas compreensão.

Nos teus olhos, aprendi a ser filha e a ser mulher,

A ser mãe e amiga,

Porque nunca me recusaste uma bênção ou uma palavra,

Estavas ali, sempre, para me ouvir com esses olhos,

Atentos ao que te dizia, seguindo o meu pensamento como guia.

No teu olhar azul, deixaste-me mergulhar,

Todas as vezes que me senti sozinha e perdida,

Foste o meu horizonte, a minha meta, o meu porto refúgio.

No teu olhar, aprendi a nadar,

Primeiro a medo, depois segura que nunca me deixarias afogar,

Mesmo que por vezes me largasses,

E me deixasses afundar,

E sentisse que, estando tu ali, eu me podia abandonar.

No teu olhar azul,

Aprendi a ser, a crescer e a dar,

Porque nunca fechaste essa porta, esse teu mar.

Nunca me disseste, não podes, mas me fizeste pensar.

Como eu gostava que nunca se apagasse esse olhar,

Que me enche a alma de ternura e força,

E me faz avançar.

Obrigada, olhar azul.

 

(Em memória do meu pai de olhar azul, José Manuel Lalanda Gonçalves)

(publicado no Açoriano Oriental de 30 Janeiro 2012)

tags:
publicado por sentirailha às 23:32
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O género da polémica

. Pobreza e Desigualdade

. Simone Veil

. Igualdade para fazer a di...

. Uma mulher condecorada

. O Papa do sorriso

. Um Tempo para meditar!

. Sexismo

. Retrocesso na Rússia

. Uma horta faz bem!

.arquivos

. Setembro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Açorianidade

.Visitantes

blogs SAPO

.subscrever feeds