Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2007

É tempo de balanço

Fecho de contas,

virar de página.

É tempo de dizer adeus ao ano velho

e saudar 2008 que em breve nasce.

É tempo de cortar com todos os vícios,

de sonhar todos os sonhos

e desejar.

É tempo de esperança

de fazer promessas e novos planos.

Tempo de reorganizar agendas e

reanotar aniversários.

Afinal, mais um ano passou

e, por mais que isso nos custe,

estamos mais velhos.

Mas se uns partem, outros chegam

e este será o primeiro ano

para a geração que tomará o testemunho

do mundo que agora construímos.

É tempo de balanço,

de fazer contas à vida e avaliar,

terá valido a pena o modo como vivemos

e tudo o que fizemos até hoje?

Não será tarde para mudar,

corrigir a rota e balizar a vida de outra forma?

Um novo ano, um novo primeiro dia é uma porta que se abre!

Uma luz que se acende, ténue chama que ilumina

e acorda os adormecidos.

Nunca é tarde para recomeçar,

se o que falta fazer é perdoar.

Nunca é impossível, basta acreditar.

 

Nunca é tarde para aprender e para experimentar viver

de outro modo,

e olhar de outro prisma.

Nunca é tarde,

e amanhã pode ser o dia,

O primeiro dia do resto da vida de cada um,

um novo capítulo para escrever.

Nunca é tarde para reconhecer

os erros, as rotinas doentias, os desperdícios.

E, amanhã é o primeiro dia

de um ano, onde tudo pode ser renovado.

Amanhã começa 2008

e, quando for meia-noite,

cada um de nós receberá um cheque de 365 dias para gastar,

um tempo para investir

e rentabilizar.

Cabe a nós escolher como queremos viver

esta nova oportunidade

para ser, ou tentar ser.

Quem sabe,

Melhor!

(publicado no Açoriano Oriental de 31 Dezembro 2007)

tags:
publicado por sentirailha às 15:00
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. É tempo de balanço

.arquivos

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Açorianidade

.Visitantes

blogs SAPO

.subscrever feeds