Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

SentirAilha

Viva! Este é um espaço de encontro, interconhecimento e partilha. Sentir a ilha que cada um é, no mar de liberdade que todos une e separa... Piedade Lalanda

SentirAilha

Viva! Este é um espaço de encontro, interconhecimento e partilha. Sentir a ilha que cada um é, no mar de liberdade que todos une e separa... Piedade Lalanda

21
Jun10

Aberração

sentirailha

Não encontro adjectivo melhor para descrever a abusiva ocupação da praça Gonçalo Velho com uma iniciativa, supostamente de promoção desportiva, da câmara municipal de Ponta Delgada.

É uma aberração, porque a mensagem que fica é contrária ao que supostamente se pretende, promover o desporto, em particular o futebol, em tempos do mundial que decorre na África do Sul.

Não faz qualquer sentido ocupar um espaço público e esconder um monumento emblemático da cidade.

Como se pode circundar uma praça com rede, até ao limite dos passeios, impedir os peões de aceder a um espaço que lhes está reservado e, até, por em risco a segurança de quem vigia o que acontece dentro dessa enorme gaiola montada, obrigando a fazê-lo na via pública?

Se o que se pretende é promover o futebol infantil, para quê uma barraca a vender cervejas junto a esse pretenso campo de jogos?

E se não bastasse, monta-se um écran, do outro lado da praça, para uma plateia sem espaço!

Enfim, é uma verdadeira aberração.

Iniciativas como esta não contribuem para promover o desporto junto dos mais novos, porque não descentralizam e querem fazer crer que jogar num campo sem condições, por exemplo sem balneários, num espaço sujeito à poluição e ao ruído das viaturas automóveis, é uma forma de promoção de um estilo de vida saudável!

Se, por um lado, concordamos com a importância que se deve dar à actividade física, em particular aos jogos colectivos, não podemos deixar de afirmar que estes devem acontecer em espaços adequados, preferencialmente de forma descentralizada, incentivando os jovens das comunidades mais afastadas da cidade. É importante promover o futebol e outros desportos, nos campos de jogos das escolas, das casas do povo ou das juntas de freguesia, quantos deles à espera de uma vedação.

Mas, para que o desporto possa ser uma fonte de aprendizagem da cidadania, os eventos desportivos têm de respeitar o espaço público, o património construído e a natureza.

Há na cidade um campo de futebol municipal, que pode e deve ser utilizado para eventos desta natureza. Recentemente foi inaugurado o Parque Urbano, ignorado pela maioria dos habitantes da cidade, onde fazem falta eventos que promovam a actividade física dos mais ou menos jovens.

Abarracar o espaço público não promove a cidadania, mas antes passa uma mensagem de facilitismo e desrespeito.

Com um campo de futebol, montado em plena praça Gonçalo Velho, diante das Portas da Cidade, que lição de civismo se dá? Para não falar da má imagem que se oferece a quem nos visita. Alguém se lembraria de montar um campo de futebol junto à torre de Belém?

O património é de todos, seja construído ou natural.

Nesse contexto, qualquer actividade, desportiva, cultural ou outra, tem de respeitar o espaço em que se insere e desenvolve, potenciando a sua riqueza. Por isso, uma estrutura que se construa ou se monte, seja um campo desportivo, um palco de espectáculos ou um parque de campismo, não deve nem pode ser fonte de destruição, apropriação indevida ou poluição do património.

(publicado no Açoriano Oriental de 21 Junho de 2010)

Mais sobre mim

Visitantes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D