Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

SentirAilha

Viva! Este é um espaço de encontro, interconhecimento e partilha. Sentir a ilha que cada um é, no mar de liberdade que todos une e separa... Piedade Lalanda

SentirAilha

Viva! Este é um espaço de encontro, interconhecimento e partilha. Sentir a ilha que cada um é, no mar de liberdade que todos une e separa... Piedade Lalanda

O medo de não ser importante

 

No fundo, todos tememos não ser importantes e isso não significa que queiramos ficar na história, basta que sejamos reconhecidos pelos que nos rodeiam.

O receio de não ser notado por ninguém é evidente em algumas pessoas, exageradamente preocupadas com a aparência, que fazem questão de ser suficientemente apelativa para merecer um comentário, uma foto, uma apreciação elogiosa.

Outros põem-se, literalmente, nos bicos dos pés para serem notados, não vá acontecer o chefe não os ver na festa ou o patrão não reconhecer a forma diligente com que desempenham as suas obrigações.

Se uns procuram exorcizar este medo, citando, a torto e a direito, pessoas importantes que dizem conhecer, com quem supostamente já tiveram contacto. Outros usam e abusam da sua própria história de vida, como demonstração do prestígio que pretendem assegurar. Eu fiz, quando eu era e tinha; porque já liderei esse grupo e fui membro daquela associação; no tempo em que ocupava o cargo de ou tinha à minha responsabilidade tarefas importantes como. Um rol de atributos que se recordam entre cada duas frases, procurando, desta forma validar o presente, que até pode não ser muito risonho.

Temos medo de passar desapercebidos e isso vê-se no discurso dos que nunca admitem falhas, nem reconhecem razão a quem consideram como adversários ou opositores. Antes mesmo de falarem já se puseram em andas.

Afinal o mundo para estes é sempre visto de cima, um sentimento que, segundo dizem as sondagens, leva muitos consumidores a adquirirem jipes e outro tipo de carros com estrutura elevada.

Quem faz depender a sua importância da altura do pedestal onde vive instalado, desconhece o que realmente faz uma pessoa ser grande. Não se mede pelo tamanho do currículo ou pela carteira de contactos, não é proporcional à intensidade com que se gritam razões ou se agride o adversário, mas depende da fé com que se afirmam convicções e da dignidade que se imprime ao comportamento e torna essa pessoa num ser especial, único, sem que para isso necessite de humilhar os outros ou apontar a sua pequenez, do alto das suas andas.

Quando alguém quer ser importante à custa de andas, corre um sério risco de cair no meio do seu orgulho e desfazer, em ridículo, essa imagem de superioridade.

Querer ser importante aos olhos dos outros não é negativo, mas ao contrário do que alguns julgam, não depende do valor que alguém diz ter, mas da importância que atribui aos outros.

Uma pessoa é tão mais importante quanto mais, à sua volta, ninguém se sentir dispensável, prescindível ou insignificante.

Quem tem medo de não ser importante, o mais certo é não o ser.

(publicado no Açoriano Oriental a 20 Setembro 2010).

Mais sobre mim

imagem de perfil

Visitantes

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D