Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

SentirAilha

Viva! Este é um espaço de encontro, interconhecimento e partilha. Sentir a ilha que cada um é, no mar de liberdade que todos une e separa... Piedade Lalanda

SentirAilha

Viva! Este é um espaço de encontro, interconhecimento e partilha. Sentir a ilha que cada um é, no mar de liberdade que todos une e separa... Piedade Lalanda

“Amo-te” em dia de São Valentim

O comércio foi invadido por uma onda de corações, por conta do dia de São Valentim. Pobre do santo! É roupa interior, bonecos de peluche, canecas e outros objectos decorados com corações, alguns com diabinhos e mensagens, supostamente atrevidas, que convidam ao encontro, exageram nas palavras e servem de suporte para dizer: gosto de ti, amo-te, I love you!

Poderá não ser necessário um dia dedicado ao namoro, à paixão e aos apaixonados, mas é evidente que os casais precisam de encontros, intimidade e partilha. Apanhados nas vagas de uma sociedade que absorve o tempo necessário para construir o “nós”, há quem desista da relação a dois, por achar que esta destrói o seu “eu”. Em 2009 foram 789 os divórcios nos Açores, num ano em que se realizaram 1207 casamentos e a taxa de divórcio atingiu 3,2‰, a mais elevada do país.

Talvez não haja uma correlação directa entre falta de comunicação no namoro e risco acrescido de divórcio, mas este quase sempre resulta de um afastamento progressivo no casal. Alguns até namoraram durante muito tempo, anos, mas dão por si a viver como dois estranhos.

Namorar é dar tempo para conhecer e descobrir alguém, com quem é possível antecipar cenários, partilhar dificuldades e pensar nos desafios que se colocam, quando se vive a dois. Namorar, é mais do que manifestações de carinho, nem sempre verdadeiras e superficiais, mas implica revelar fragilidades e aprender a reconhecer o que torna uma pessoa amorável, diferente. Namorar é deixar-se cativar por essa diferença.

Oferecer almofadinhas de peluche ou flores embrulhadas em celofane com corações, são gestos simpáticos, mas que podem mascarar o essencial que constrói um casal. Quem insistir nesse registo cor-de-rosa, muito provavelmente está a perder muitas oportunidades para conhecer a pessoa com quem namora. O mais certo é que será incapaz de permanecer nessa relação, quando confrontado com uma doença, faltas de dinheiro, desentendimentos ou outras dificuldades.

O namoro também é um tempo para se aprender a amar o lado sombra do outro, conhecer e compreender os defeitos da pessoa com quem se namora.

Namorar é aprender a ceder do eu, para construir um par; é descobrir-se como pessoa através da relação a dois; sentir-se feliz por partilhar erros e sucessos do quotidiano com alguém e ser capaz de sonhar um projecto de vida comum. Quando a relação a dois não integra estes ingredientes, o mais certo é falhar e romper, perante uma dificuldade maior. Não será por acaso que um terço dos divórcios acontece nos primeiros cinco anos de casamento e que quase metade acontece antes dos nove anos de vida conjugal.

Se falhar a comunicação sincera e verdadeira no namoro, de que vale dizer “amo-te”, numa almofadinha vermelha ou num peluche sorridente, em dia de São Valentim?

(publicado no Açoriano Oriental, 14 Fevereiro 2011)

Mais sobre mim

imagem de perfil

Visitantes

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D